Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

Tradutor Universal

Para ouvir a Rádio clique no Player

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O Despertar da Consciência

Queridos Irmãos,

Que a Paz de Cristo e a Sabedoria do Espírito Santo possam tocar-vos o entendimento e acender em vossas almas a luz da compreensão.

Muitos nos perguntam o significado do pôster que compõe a obra “GAEA” chamado “TRITOCOSMOS”, foi então, e a partir destas dúvidas que desenvolvemos este texto, buscando aproximar um pouco mais o Céu da Terra, trazendo a compreensão através das palavras e a explicação do seu significado.

O Pôster é uma síntese Visual de toda a criação e manifestação Divina em formas geométricas, um arquétipo da construção do Universus.

Entre as explicações de uma figura e outra abordaremos alguns pontos de grande importância que complementam e buscam expressar através da síntese a existência de cada figura e do universo que nos cerca, envolve e permeia, por dentro, no interior dos interiores e por fora, no exterior dos exteriores.

Todas as palavras aqui expressas serão somente uma idéia superficial do que realmente é a realidade vivida por experiência mística e direta de todo aquele que sinceramente busca compreender a si mesmo e compreendendo profundamente a si mesmo conhecerá a Deus e o Universo.

Enfim, buscaremos expressar toda a profundidade destas formas geométricas que manifestadas estão em nós e dentro de cada ser humano, na superficialidade das palavras externas.

Desejamos a todos uma boa leitura e que a luz do Espírito Santo e a Sabedoria do Cristo Cósmico possam tocar vossas almas, mentes e corações.




TRITOCOSMOS

Protocosmos, Ayocosmos, Macrocosmos, Deuterocosmos, Mesocosmos, Microcosmos e Tritocosmos*, Sete grandes leis da manifestação e revelação divina, aqui chegamos ao micro do micro o TRITOCOSMOS.

Este é o nome que leva o Pôster da “Opera” Gaea. Encerrado nas profundidades do Microcosmos (homem) encontramos o Tritocosmos, aqui é onde tudo termina e onde tudo tem inicio novamente.

No Tritocosmos estão às chaves de toda a criação, no Tritocosmos se encontra a semente de todo o Universus, na profundidade misteriosa do Abismo encontramos as chaves do Universus revelado.

Ao alcançarmos o circulo de Fogo “NÃO PASSARÁS”, ao penetramos o circulo de fogo “NÃO PASSARAS”, deixamos de ser, para se tornar, “O NÃO SER”, ao passarmos os limites da morte encontramos o nada, nos tornamos o nada.

Nenhum sentimento, nenhum pensamento, (NADA!), somente a escuridão do abismo, onde nem a matéria caótica existe, o inconcebível, o insondável, a não existência, a antimatéria do caos inerte, sem calor, sem cor, sem som, nem tom, o Nada, muito além das formas, dos sentimentos e dos pensamentos.

Do nada surge à vida, do nada ressurge a Ave Fênix que após se incinerar retorna/renasce com muito mais força, brilho/luz e intensidade, para criar e recriar novamente, das profundezas da Morte Mística advém o novo, a nova vida transcendida dos abismos insondáveis.

Compreendamos queridos irmãos, A ARVORE DA VIDA SE ENCONTRA NA SEMENTE QUE MORREU, QUE SECOU, PARA TORNAR A NASCER.

É na árvore Homem/Mulher que se encontra a matriz germinadora e geradora de vida, assim também, a árvore do Univesus revelado de Deus se encontra no Homem e na Mulher Imortais, Santos, Castos, Puros, Despertos e Transcendidos.

Tudo está aberto agora e revelado para que compreendamos através do Espírito Santo na Sabedoria iluminada do Cristo Cósmico.

Toda semente para germinar, nascer, crescer e se desenvolver precisa secar e morrer, para que assim nasça uma nova árvore, que dará novos frutos e novas sementes, estas novas sementes deverão secar e morrer como seus Pais, para voltarem a nascer, produzindo assim, novos frutos e novas sementes.

Da mesma forma acontece com o Homem, que precisa secar e morrer em todo seu Desejo, Amor Próprio e Egoísmo para que o fruto do Universus revelado de Deus, o 1º Principio, volte a nascer ou renascer nele, expressando assim a vontade do Pai que habita em segredo no templo de cada coração.

Ciência, Filosofia, Arte e Religião voltam a se unirem ao principio de toda a criação, no coração do grande Pai Cósmico, aqui e agora a religião torna-se cientifica e a ciência religiosa.

*Todo Protocosmos tem seu tritocosmos, assim sendo, com o homem não poderia ser diferente, no tritocosmos humano encontra-se a raiz do egoísmo, é a ultima fronteira entre a não consciência de si, e a auto-realização consciente, todo mestre trabalha descendo aos abismos de seu próprio tritocosmos para limpar os resíduos, e purificar os cânones das distintas câmaras e etapas ao qual passa quando opta pela auto-realização, desta forma a limpeza voluntária e consciente de seus infernos atômicos se faz necessária, e a descida ao tritocosmos uma realidade a ser vivida. No entanto, o tritocosmos também é chamado de; O último depurador das personalidades que não optaram em encarnar sua alma, tornando-se assim, inconscientes das realidades dos mundos superiores; personalidades estas que não anelaram o despertar da consciência/Alma na matriz humana, e não se interessaram pela maestria/Sabedoria Divina, assim sendo a própria natureza do mundo Protocósmico as lançam para seus sistemas depurativos que se encubem de limpa-las e reingressa-las na corrente evolutiva novamente.


Leia o Livrinho na integra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo ao Sol Interno, agradecemos seu comentário.
Gostou deste Blog? Ajude-nos a divulga-lo.

Obrigado

Namastê
FIAT LUX
PAX

MMSorge

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi