Tradutor Universal

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

EXERCÍCIO DE MEDITAÇÃO

Dê um pause na rádio para iniciar o exercício no vídeo acima.
Relaxe deite-se em um local confortável e foque-se na meditação.

Boa meditação

PAX
MMSorge

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

domingo, 24 de agosto de 2014

" FLOWER OF LIFE", " A FLOR DA VIDA"

" FLOWER OF LIFE"


Flower of Life is a geometric pattern of circles intertwined with each other, which can create many other geometric shapes. It was discovered in archeological finds of the ancient times in many places around the world.

Sacred geometry creates icons with geometric shapes that are considered sacred to religions and spiritual movements. For example, the Star of David, a perfect geometric shape with religious significance and profound spiritual or spiral shapes corresponding Fibonacci series.

Flower of Life geometric base, also called the seed of life, is an arrangement of seven circles, with the center of the circles is the scope of six circles surrounding it. You can increase the seed of life – by adding another layer of similar circuits on the scope of each of the six surrounding circles, and was accepted as a full life.


If you connect the dots circles from top to bottom, are the well-known Tree of Life Jewish Kabbalah. Thus the whole cycle of life,from a seed to a tree and then a flower that sowed the seed again.


Flower of life found in many cultures around the world

The most ancient flower of Life was found in Egyptian temple of the god Osiris in Abydos. It carved on Granite stone and may have been a symbol of the eye of the sun god Horus,and a symbol of the only rule of Pharaoh.

In later times he was found in Turkey, Ireland, Great Britain, Greece, India and the Far East, China, Tibet and Japan and Israel in the King Herod’s palaces, and Masada.

It is interesting that almost every place and in every culture it carries the name of the Flower of Life. Were two other names, less common name from the Flower of Life, “Pacific rim” and the Edge of Light. ”

India is the Golden Temple, Amritsar north, a holy place for the Sikh religion, the mosaic is next to the pond.

China flower motifs were found living in the Forbidden City in Beijing, the ball which is under the right leg of the famous guardian lion form (some say it was a lion).

On – according to ancient traditions, the Flower of Life is the first form of life in the universe and he created great vacuum from the mind of the Creator.

Some see it as a description of embryonic cell division as primary element of life. Cell divides into two, then four, eight, and so on.



This structure is also the number of civilizations based on the theory of music; distance between the circles is the same as the distance between two consecutive sounds is half a ton a fixed size.

If we make the Flower of Life cube shape, and attach each circle of all the other centers of the circles, created 78 lines are known as Metatron’s cube shape.


Among the many forms generated Metatron cube geometric shapes can be many, including the sacred tree of life, the Pentagram (Hfntagrm) and the shapes of the Platonic bodies (five three-dimensional shapes described by the Greek philosopher Plato constitute the cornerstones of more complex geometric shapes).

***

"FLOR DA VIDA" 

Flor da vida é um padrão geométrico de círculos entrelaçados uns com os outros, o que pode criar muitas outras formas geométricas. Foi descoberto em achados arqueológicos dos tempos antigos, em muitos lugares ao redor do mundo. 

A geometria sagrada cria ícones com formas geométricas que são considerados sagrados para as religiões e movimentos espirituais. Por exemplo, a estrela de David, uma forma geométrica perfeita com significado religioso e profundas formas espirituais ou espirais correspondentes série de Fibonacci. 

Flor da vida de base geométrica, também chamado de semente da vida, é um arranjo de sete círculos, com o centro dos círculos é o escopo de seis círculos em torno dela. Você pode aumentar a semente da vida - adicionando mais uma camada de circuitos semelhantes no âmbito de cada um dos seis círculos circundantes, e foi aceito como uma vida plena. 

Se ligar os círculos pontos de cima para baixo, são o conhecido Árvore da Vida da cabala judaica. Assim, todo o ciclo da vida, a partir de uma semente da uma árvore e, em seguida, a flor da vida que semeou a semente novamente. 

A Flor da vida foi encontrada em muitas culturas ao redor do mundo.

A flor mais antiga de vida foi encontrado no templo egípcio do deus Osíris em Abydos. É esculpida em granito e pode ter sido um símbolo do olho do Deus Solar Horus, é um símbolo da lei única do Faraó. 

Em tempos mais tarde ele foi encontrado na Turquia, Irlanda, Grã-Bretanha, Grécia, Índia e no Extremo Oriente, China, Tibete e Japão e Israel nos palácios do rei Herodes, e Masada. 

O interessante é que quase todos os lugares e em todas as culturas é conhecida com o nome da flor da vida. Foram encontrados dois outros nomes menos comuns da Flor da Vida ", Orla do Pacífico" e o Orla de Luz."

Na Índia foi encontada no Templo Dourado, Amritsar norte, um lugar sagrado para a religião Sikh, o mosaico é ao lado da lagoa. 

Na China motivos florais foram encontrados vivendo na Cidade Proibida, em Pequim, a esfera que se encontra sob a perna direita do famoso leão guardião famoso. (alguns dizem que foi um leão). 

On - de acordo com as tradições antigas, a flor da vida é a primeira forma de vida no universo e criou grande vazio da mente do Criador. 

Alguns o vêem como uma descrição da divisão celular embrionária como elemento primordial da vida. Célula se divide em dois, em seguida, quatro, oito, e assim por diante. 

Esta estrutura é também o número de civilizações com base na teoria da música; a distância entre os círculos é a mesma que a distância entre dois sons consecutivos de meio tom. 

Se construirmos a Flor na forma do cubo Vida e anexar cada círculo em todos os outros centros dos círculos, cria-se 78 linhas conhecidas como forma de cubo de Metatron. 

Muitas formas podem ser geradas pelo cubo de Metatron, incluindo a árvore sagrada da vida, o Pentagrama (Hfntagrm) e as formas dos corpos platônicos (cinco formas tridimensionais descritos pelo filósofo grego Platão constituem os pilares do mais complexo formas geométricas).

FIAT LUX
PAX



terça-feira, 8 de julho de 2014

EU ESTOU DENTRO DE VOCÊ. Quem é DEUS? O que é DEUS?


EU ESTOU DENTRO DE VOCÊ
Quem é DEUS? O que é DEUS?


Toque minha alma com tua alma,
Toque minha vida com tua vida,
Toque minha paz com tua paz,
Meu espírito com teu espírito,
Meu amor com teu amor,
Toque meu coração com teu coração,
Toque minha existência com tua existência.
Toque minha luz com a tua luz,

Sentiu...
Tocastes nada mais que teu próprio ser.
Eu estou nele e ele esta em mim...
Nada existe entre você e eu... Apenas amor.

O amor nos une eu, você e todo universo.
Nunca estivemos separados. 
Meus olhos e teus olhos são um só olhar.

És a terra que arei dentro de meu próprio Ser e teus frutos são as sementes que germinaram pelas águas que vertem de teu próprio Ser. Somos um eu e ti, nunca estivemos separados. 

Tua existência me inspira a amar-te cada vez mais e minha existência fecunda teu espírito, modelando tua alma e te inspirando a ser o que és... Meu ser em ação e manifestação.

Vem, pois estou em ti e você esta em mim e nada pode nos separar, estamos por toda parte. 

Veja aquela ave, sou eu ali... 
Vê aquela árvore, sou eu ali... 
Veja aquele homem, ali eu também estou e em todo lugar... 
Nas águas, nos céus, nas terras, no fogo e no cosmos...
Entre os planetas, 
Entre as estrelas e as constelações...
Estou em todas as galáxias por todo universo...
E alem muito além de todos os universos...
Sou a fonte que gera a luz para todas as luzes!!!

Percebes...
Vem!!! Entrega-te a mim que estou em ti, sempre estive e viva intensamente como se fosse morrer logo e morra de forma intensa para assim poder viver por toda eternidade tocando de forma profunda o que sempre fostes... Meu próprio SER!!!

Entrega-te a mim assim como eu me entreguei a ti para que você pudesse vir a existir.
Vem, pois estamos ligados e conectados para todo sempre.

FIAT LUX
PAX

MMSorge

terça-feira, 24 de junho de 2014

O Drama Cósmico de Javé - Lúcifer, Javé e a volta de Jesus.

O Drama Cósmico de Javé
Lúcifer, Javé e a volta de Jesus.

Jan Val Ellam fala ao longo da reunião do dia 18.07.11 sobre Lúcifer, Javé, o plano do cristo Sofia (volta de Jesus) e o drama cósmico no qual estamos inseridos. Este é um trecho da reunião que está disponível na íntegra em nosso canal, dentro da lista de reprodução Vídeos completos do Grupo Atlan.

Para assistir ao vídeo dê um pause na rádio.

Fonte: 

FIAT LUX
PAX

***

Você pode curar a sua vida! LOUISE HAY

Você pode curar a sua vida!

Para assistir ao vídeo dê um pause na rádio.

LOUISE HAY ENSINA COMO VOCÊ PODE CURAR SUA VIDA ATRAVÉS DA MUDANÇA DE PENSAMENTO

Quero lhe expor um dos mo­tivos que me fazem saber que as doenças podem ser vencidas com a simples troca de padrões mentais.

Anos atrás recebi um diagnóstico de câncer vaginal. Devido ao meu passado, que inclui um estupro aos cinco anos de idade e uma infância cheia de maus-tratos, não foi surpresa eu manifestar a terrível doença nessa parte do corpo. Como já era instrutora de cura mental há vários anos, tomei cons­ciência de que me estava sendo dada a oportunidade de pra­ticar e provar a verdade dos meus ensinamentos. Como qual­quer um que fica sabendo que está com câncer, de início entrei em pânico absoluto, mas logo ele foi substituído pela convicção de que o processo de cura mental funcionava. Consciente de que o câncer é provocado por um profundo ressentimento, guardado por um longo tempo até ele praticamente começar a comer o corpo, eu soube que teria muito trabalho mental à minha frente. Percebi que, se me submetesse a uma operação para me livrar da doença sem eliminar o padrão mental que a estava causando, o câncer voltaria.

Quando esta ou qualquer outra doença reaparece, não é porque os médicos não "tiraram tudo", mas sim porque o paciente não modificou seu modo de pensar e continua recriando o mesmo mal. Também sabia que, se fosse capaz de eliminar por completo o modelo mental que criara a condição chamada "câncer", eu nem precisaria de ajuda profissional. Portanto, barganhei por mais tempo. Meu médico, a contragosto, me concedeu três meses, deixando bem claro que eu estava pondo a vida em perigo pela demora.

Imediatamente comecei a trabalhar com meu instrutor para eliminar velhos padrões de ressentimento. Até aquela época eu desconhecia que guardava dentro de mim um profundo rancor. Como somos cegos aos nossos modelos mentais! Seria preciso um longo exercício de perdão.

Outra coisa que fiz foi consultar um nutricionista para desintoxicar completamente meu organismo.

Assim, cuidando da limpeza mental e física, em seis meses consegui mostrar aos médicos o que eu já sabia: eu não apresentava mais nenhum tipo de câncer. Ainda guardo o resultado dos primeiros exames, que deram positivo, para me recordar o quanto pude ser negativamente criativa.

Hoje, quando um cliente me procura, por mais terríveis que possam ser seus males, sei que, se ele estiver disposto a fazer o trabalho mental de modificar os velhos padrões e per­doar, praticamente qualquer mal pode ser curado. A palavra "incurável", tão assustadora para muitos, na verdade quer di­zer apenas que determinada doença não pode ser curada por métodos "externos" e que precisamos nos interiorizar para efe-tuar a cura. A "condição" anormal que aparentemente veio do nada voltará para o nada.

Louise L. Hay

Há trinta anos, quando Louise Hay observava como as pessoas permitiam que as doenças e circunstâncias dolorosas controlassem suas vidas, ela prometeu a si mesma ajudá-las a ver que a raiz de suas dores brotava de seus próprios pensamentos negativos. Então, ela se sentou e descreveu em um caderninho azul como os nossos padrões e crenças mentais tinham o poder de contribuir para as doenças em nosso corpo. Este caderninho se tornou o livro título deste artigo, foi publicado em 1984, traduzido para 29 línguas e que já vendeu mais de 35 milhões de cópias em todo mundo.

Sua mensagem simples é: "O corpo, como tudo na vida, é um espelho de nossos pensamentos e crenças internos. Cada célula de nosso corpo responde a cada pensamento que pensarmos e cada palavra que pronunciarmos."


Pois bem, transcrevo aqui, conforme apresentado pela Louise, alguns dos problemas femininos, a causa provável e o novo padrão de pensamento a ser trabalhado diariamente, “n” vezes/dia. 


Problema


Causa Provável

Novo Padrão de Pensamento

Aborto espontâneo

Medo. Medo do futuro. “Não agora... mais tarde.” Hora errada.

A correta Ação Divina está sempre acontecendo em minha vida. Eu me aceito como sou, eu gosto de mim.


Apetite
- Excesso



- Falta


Medo. Necessidade de proteção. Desconfiança das próprias emoções.
Medo. Proteção de si mesma. Falta de confiança na vida.




Estou protegida. É seguro sentir. Meus sentimentos são normais e aceitáveis.
Eu me amo e aprovo meu jeito de ser. Sinto-me protegida. A vida é segura e divertida.

Bexiga e Cistite

Ansiedade. Ligação a velhas idéias. Medo de abandonar antigos condicionamentos.

Fácil e tranquilamente, eu me desfaço do que é velho e dou as boas-vindas ao novo. Estou em segurança.


Diabetes

Pesar por coisas que poderiam ter acontecido. Grande necessidade de exercer controle. Mágoa profunda. Dificuldade de lidar com a doçura da vida.

Este instante está cheio de alegria. Eu agora escolho vivenciar a doçura do dia de hoje.

Enxaqueca

Detesta ser dirigido. Resiste ao fluxo da vida. Medos sexuais. Geralmente aliviada pela menstruação.

Relaxo no fluir da vida e, numa atitude de tranqüilo conforto, deixo-o prover tudo o que preciso. A vida me ampara.


Feminino, Síndromes


Negação de si mesma. Rejeição da feminilidade, da essência feminina.

Alegro-me por minha feminilidade. Gosto de ser mulher. Gosto do meu corpo.


Insônia

Medo. Não confia no processo da vida. Culpa.

Tranquilamente desligo-me do dia e entrego-me a um sono sereno sabendo que o amanhã seguirá seu rumo natural.


Intestinos

Assimilação. Absorção. Fácil eliminação.

Eu assimilo e absorvo tudo o que preciso saber e liberto-me do passado com alegria.

Distúrbios da Menstruação

Rejeição da feminilidade. Culpa, medo. Crê que os órgãos genitais são sujos ou pecaminosos.

Aceito meu poder feminino e todas as minhas reações corporais porque são normais e naturais. Gosto de mim e de ser quem sou.


Obesidade

Medo, necessidade de proteção. Fuga dos sentimentos. Insegurança. Auto-rejeição.

Estou em paz com meus próprios sentimentos. Estou segura em meu lugar: meu corpo. Crio minha própria segurança. Eu me amo e gosto do meu jeito de ser.


Ovários


Representam os pontos da criatividade.


Minha criatividade flui facilmente.

Útero


Representa a MORADA da criatividade.


Sinto-me perfeitamente à vontade com meu corpo de fêmea.

Vulva


Representa a vulnerabilidade.


É seguro ser vulnerável.

Retenção de líquidos


O que estou com medo de perder?

Eu me desprendo das coisas.

Rigidez muscular

Pensamentos rígidos, controles.

É bom ser flexível em relação às idéias. 
É bom ser leve.



Sangue


- Anemia

- Coágulos

Falta de alegria. Falta de circulação de idéias.

Hesitação. Falta de alegria. Medo da vida. Não se sente boa o bastante. Alienação.
Não se permite ter alegria


Novas idéias, cheias de alegria, fluem livremente pelo meu corpo. 

É seguro encontrar alegria em tudo na vida. Amo viver. Estar aqui na Terra.
Desperto nova vida dentro de mim. É extremamente fácil para mim fluir com ela.


Seios

Representam a maternidade e o alimento físico e espiritual.


Dou e recebo alimentos de maneira equilibrada.
Tireóide

- Hipo

- Hiper

Vontade de desistir de tudo. Sente-se irremediá-velmente sufocada.
Raiva por ter sido deixada de lado.


Vou começar uma vida nova, com novos ideais. Uma vida que me satisfaça plenamente.
Eu sou o centro de minha vida. Estou satisfeita comigo e com tudo que vejo.


Fonte: 

***

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Sacred Geometry DNA changes Mollecular Atom Consciousness

Sacred Geometry DNA changes Mollecular Atom Consciousness

Dê um pause na rádio para assistir ao vídeo.

***

Conheça a coletânea Frequências de Cura Sete Chakras.

Sintonize-se com os novos ramos do Saber, da Música e da Espiritualidade 
que agora estão se unindo para Cura e Bem Estar da Humanidade.

Clic na imagem para aumentar.

 
Para adquirir esta coletânea clique aqui: www.mmsorge.com/mmfc7cl.html
 
 ***

“Nosso Corpo é nosso verdadeiro TEMPLO SAGRADO descrito em todas as escrituras de todas as culturas e religiões, do passado, do presente e do futuro. Conecte-se com ele através do amor e conhecerá a verdadeira Jerusalém Celestial.
 
Ela esta dentro de nós, sempre esteve... Não fora... Esta dentro de cada um, Desperte!!!”.
 
MMSorge

***
 
Portal MMSorge: www.mmsorge.com
Blog O sol Interno: www.osolinterno.blogspot.com
Blog Frequencias de Cura: www.frequenciasdecura.blogspot.com
Conheça nossa pagina no Facebook: www. www.facebook.com/osolinterno

***

quarta-feira, 18 de junho de 2014

O Que são Mudras?

O Que são Mudras?


Mudras são Selos,
são gestos realizados com a mente, as 
mãos, os pés, a boca, os olhos ou com o corpo todo.

Os Mudras são ligados ao fluxo das energias, 
tanto na mente como no campo energético, e fazem 
correspondência com o corpo físico, 
especialmente por meio do sistema endócrino e do 
sistema nervoso simpático e parassimpático. 

Eles produzem efeitos fisiológicos e psíquicos benéficos, 
proporcionando a saúde psicossomática, o 
equilíbrio dinâmico e a harmonia interna.


A palavra sânscrita Mudra deriva de duas raízes, 
mud e ra, tendo diversos significados. 
Pode ser traduzida por deleite, alegria ou prazer, pois 
ao conectar as correntes de energia solar e 
lunar nos canais e centros energéticos ou 
psíquicos do praticante, esse experimenta a 
consciência do prazer. 

Mudra dá uma sensação de bem-estar e felicidade.

Outro significado para Mudra é magia ou encanto, pois, como num passe de mágica ou num encantamento, um determinado gesto corporal 
conduz o indivíduo a um respectivo estado de 
mente calma ou feliz. 

Assim, os mudras são também chamados gestos de poder.

São muito usados no Yoga e nas danças indianas, 
pois fazem uma reverência a vários 
aspectos das divindades hindus
e da natureza. 


Nos textos tântricos, que expõem um Yoga muito antigo, os mudras estão diretamente ligados aos rituais. 
Associados à entoação de sons e à visualização mental, 
simbolizando o corpo (mudra), a palavra (mantra) e o espírito 
(visualização), acontece a invocação da 
divindade que se deseja estar em comunhão. 

Os mudras, encerram um simbolismo profundo, 
cujo objetivo é unificar a dualidade, como por exemplo, 
unir a consciência individual à consciência 
cósmica, o prana solar ao prana lunar, a matéria ao espírito.

Os mudras não são exclusivos da Índia. 
São encontrados em muitas tradições espirituais do oriente e do ocidente. 
Os budistas, os sufis, islamitas e também os cristãos 
usam os mudras, como apoio para
suas orações e práticas espirituais 


Tanto os yogues como as 
dançarinas hindus dedicam muitos anos 
aprimorando-se na prática dos mudras, que exige 
treinamento e concentração nos detalhes.

No contexto do Hatha Yoga, os mudras são 
elementos que dão suporte à prática. 
Outros componentes dos suportes do Yoga são: os bandhas 
ou contrações, os kryias ou técnicas de 
purificação interna, os mantras ou sons sagrados.

Mudras são gestos que nos permitem sintonizar 
com frequências específicas de energia do Universo. 

Segundo Yoga e a Ayurveda, a saúde plena 
é o resultado dessa sintonia em que o ser individual, o microcosmo, sincroniza-se com o Universo, o macrocosmo. 
Essa sincronia é a base do equilíbrio e da cura.
 Assim, os Mudras são ferramentas poderosas para otimizar a saúde. 

Quando colocamos as mãos em Mudras, elas atuam 
como antenas canalizando as energias de cura 
para todos os aspectos de nosso Ser. 
Isso funciona porque nosso corpo é composto de 5 
elementos: terra, água, fogo, ar e espaço. 
Cada um destes elementos está relacionado com um de 
nossos sistemas fisiológicos, e também com 
certas qualidades. 

Os gestos, como selos, fixam na mente um estado particular e 
favorável ao praticante do Yoga.

Todos nós experimentamos o caráter arquetípico 
dos mudras quando, num determinado estado 
emocional ou numa situação específica, 
realizamos um gesto que qualquer outro ser 
humano, em qualquer parte do planeta e em 
qualquer outra época, também o faz. 
Por exemplo, quando juntamos as mãos em prece para orar, 
reverenciar ou em sinal de agradecimento. Ou 
quando abanamos a mão para cumprimentar uma 
pessoa, num encontro ou numa despedida. São 
gestos universais, que as pessoas fazem, em 
todas as partes, desde a antiguidade. 

Muitos gestos corporais estão no inconsciente coletivo, 
 ou, como dizem os orientais, estão no Akasha, 
o espaço cósmico, onde estão armazenados todos os conhecimentos da Humanidade, desde os primórdios.

Um gesto freqüentemente usado no Hatha Yoga para 
dar suporte à concentração e à meditação é o 
jñana mudra, símbolo da sabedoria ou do conhecimento, 
em que a ponta do indicador e a ponta do polegar se unem e ou outros dedos 
permanecem estendidos. 

O polegar representa a alma universal, e o indicador, a alma 
individual, que se unem para facilitar o estado 
interior de integração.

(Jñana mudra)

***

Baixe aqui o livro
Biomagnetismo e Mudras Terapêuticos 


Veja alguns Mudras com suas indicações terapêuticas

Muladhara Chakra: Bhu Mudra
Facilita a sensação de conexão com a terra e confere segurança
As duas mãos: indicador e médio ficam esticados como antenas tocando o chão.Outros dedos naturalmente dobrados com o polegar por cima.

Svadhistana Chakra: Svadhistana Mudra
Nutre a área do segundo chakra e facilita a sensação de bem estar.
Mão direita no baixo abdômen e mão esquerda com palma para cima, recebendo a energia curativa do universo.


Manipura Chakra: Matangi Mudra
Energiza a área do plexo solar e facilita a sensação de auto-estima.
Entrelace todos os dedos, estique e una os dedos médios 
em frente ao plexo solar.



Anahata Chakra: Padma Mudra (o mudra da flor de lótus aberta)
Abre o coração sutil, diminui a carga de tensão sobre o coração físico e cria expansão da caixa torácica.
Junte os punhos, polegares e dedos mínimos e abra os outros dedos.

Vishuddha Chakra:Garuda Mudra
Expande o poder da voz e da intuição, facilitando a caminhada espiritual.
Palma da mão direita em frente ao peito, a esquerda por trás. Entrelace os polegares e abra os dedos como as asas de um pássaro.

Ajna Chakra e Sahasrara Chakra: Mandala Mudra
Facilita a experiência de integração com todo o universo.
Repouse os quatro dedos da mão direita sobre os da mão esquerda. 
Una os polegares formando um círculo.

A Cura pelos Mudras

Os Mudras estão diretamente ligados aos pontos
energéticos das mãos e dedos, (pontos de acupuntura),
 e nos ligam ao prana do ar,
o que faz com que tenham uma ação terapêutica e curativa bastante eficaz,
pela pressão e/ou massagem desses pontos, juntamente com 
a respiração e a meditação,
como nos mostra a gravura abaixo.



Mudras para saúde emocional

(clique na imagem para ampliar)




Harmonização dos Chakras com Mudras 

Em um ambiente tranquilo, roupas confortáveis,
comece a harmonização dos chakras e os mudras,
seguindo a sequência do 1 ao 12.
Respire profundamente (tente fazer a respiração abdominal)
e soltando o ar preferencialmente pela boca.
Mentalize para cada chakra a afirmação a ele correspondente
Permaneça em cada um por pelo menos 3 minutos.
Ao final medite alguns minutos com o Jnana Mudra.


Galeria de Mudras




Imagens de Buda e os Mudras





A Existência é Una.
Nada está separado, nem distante e muito menos isolado.
Todos estamos, ou melhor, somos a Existência manifesta
seja na vastidão das grandes galáxias,
seja em cada átomo da criação.

Nós seres humanos, podemos experimentar conscientemente
esta maravilha, e dela desfrutar e 
nos lançar confiantes de que nossa natureza essencial
é a Totalidade.
Em nossas mãos estão manifestadas esta inteligência, 
esta capacidade produtiva, criativa, reveladora.

Os mudras, são a expressão dessa beleza cósmica
realizando-se em pequeninos gestos.
Representam um vasto oceano de descobertas,
de cura e de realização
no universo da Yoga.


Fontes: 

Compartilhado de:

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi