Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

Tradutor Universal

Para ouvir a Rádio clique no Player

quarta-feira, 27 de março de 2013

O NOVO TEMPO – O DIA CÓSMICO SEGUINTE


O NOVO TEMPO – O DIA CÓSMICO SEGUINTE
Ana Gardenia


Um sentimento de urgência está movendo o mundo. Findo o grande ciclo da transformação da matéria em 21 de dezembro de 2012 do sincronário maya, o que agora virá? As pistas estão no céu refletindo luzes na Terra. O astrólogo Paulo Gregory que atua entre o Brasil e a Itália estudou o mapa do céu para o tão propagado, esperado e temido dia. Evidente que os trânsitos planetários não se referem a um único período entre o nascer e o por do sol da data em questão, mas nos mostra o ponto de inflexão que se apresenta à humanidade, nesse momento em que o velocímetro recomeça do 13.0.0.0.0.

Paulo Gregory aponta uma mudança na estrutura da matéria em todo o planeta “Os planetas que estão no céu mantém a mesma posição por até 12, 14 anos, esse é o período crítico da transição de uma Era pra outra. Não acontece instantaneamente, há um rito de passagem;

Plutão por exemplo leva 248 anos para dar uma volta ao redor do sol, fica mais ou menos 13 anos em cada signo, entrou em janeiro de 2008 em Capricórnio que tem a ver com a estrutura material do planeta. Os cristais que ficaram adormecidos desde a época da Atlântida vão ser reativados, as cordilheiras, as montanhas, pedras.  Tudo deve sofrer alteração, em nível humano todos os ossos e informações contidas neles, estão sendo liberadas nesse período. Estamos chegando num momento muito importante. Plutão em Capricórnio tem a ver com a responsabilidade na utilização da matéria, na reestruturação, organização e criação baseada na consciência espiritual do que se necessita para a realidade física material. São reestruturações genéticas e transformações nas malhas planetárias (malha eletromagnética) que envolvem o planeta.

Haverá reestruturação na política, autoridade, lideranças mundiais, é um período para a humanidade assumir a responsabilidade para autogovernar-se, todas essas questões de quem manda em quem e com quem está o poder, estão sendo analisadas, a questão importante é nós assumirmos a responsabilidade pela criação da matéria, isso envolve o tempo e o espaço. Chegamos num momento em que haverá oportunidade para viajar no tempo, no espaço e materializar coisas. Segundo Paulo, o campo eletromagnético está ambientado e deverá passar por uma reformulação que começou a ser feita a partir da convergência Harmônica em 1987 e ativada em 1992.

Com a ativação do novo campo eletromagnético que será pulsionado pelo núcleo central da galáxia, a Terra estará literalmente fornecendo o campo propício para a nova expressão, a malha também chamada rede cristalina ou de cristal, é uma forma geométrica que reproduz padrões de formatação da matéria.  “Com o reino mineral sendo ativado numa transformação atômica, abre-se a oportunidade para todos que buscam evolução. Todos serão afetados mesmo a nível inconsciente”.  Em síntese, a humanidade atingiu a massa crítica, entre 15 a 20% de habitantes já atingiram grau de consciência para despertar dons de cura, telepatia, clariaudiência, experiências interdimensionais e devem influenciar os ainda inconscientes do novo poder, do recém-desperto potencial. Essa quantidade de seres despertos vão ancorar essa nova energia que pulsa radialmente alcançando todas as esferas da criação, das estrelas aos átomos.

Plutão em Capricórnio e Saturno em Escorpião indicam regeneração atômica e molecular, dos anos 70 pra cá crianças já nascem com códigos genéticos diferenciados, mas nesse período pós dia 21/12 abre-se a oportunidade para todos.

Outra leitura nas entrelinhas das estrelas explica que finalmente começa a ruptura em escala global com o medo.

“Urano entrou em Áries em março de 2011 e fica até fevereiro 2019, desperta a coragem para lutar pela liberdade, chegou o momento de vencer as barreiras do medo, o vírus da autolimitação; Urano em Áries inclina à afirmação de valores e identidade espiritual. Urano traz esse impulso. Netuno entrou em Peixes (fevereiro 2012) concluindo a era de Peixes, no final de ciclo o planeta Netuno está no seu próprio signo, o que tem a ver com a visão coletiva do ideal espiritual para a humanidade. Dissolução de todas as ilusões e crenças limitadoras. Mente clara, meditação, interiorização facilitando os insights. Também traz compaixão, tolerância, amor ao próximo e uma clareza para definir a diferença entre religião e espiritualidade. E ainda, um maior sentido de gratidão”, explicou o astrólogo.

Ainda na simetria astrológica, o novo ciclo avança para um novo governo mundial baseado na unidade, no sentido de unificação, todos juntos buscando soluções.

“Saturno em Escorpião traz a maturidade pela utilização do nosso poder, a questão aqui é quem controla nosso poder, com quem está nossa força, na mão de quem a gente coloca a nossa força? Quem manda a gente fazer o quê? Quem controla nossa vida?”

Segundo Paulo, o medo de assumir posturas e ideias transformadoras e não convencionais trouxe comodismo e uma sensação de “segurança”, mas no interior dos seres a essência espiritual apontava outros caminhos, trazendo à superfície uma sensação de inquietude. “Essa unificação planetária significa cada um governar a si mesmo e contar com pessoas que possam administrar coisas, mas é a gente é que vai dar o poder para isso”.

Paulo Gregory atribui a março de 2013 o início oficial da Nova era. “Estamos concluindo o processo das questões cármicas, conquistando o equilíbrio emocional que é muito importante para superar o medo”. Quando a humanidade começar a despertar o Amor que pulsa lá do centro da galáxia e ancorar essa nova frequência, vamos despertar e desativar o vírus do medo que não terá mais do que se alimentar, explica Paulo Gregory.

“Sem estímulos de situações que o despertam, o medo tende a desaparecer. Antes de Plutão entrar em Capricórnio, por volta de 2008, ele esteve 2 ou 3 anos em Sagitário, despertando o encontro com a divindade dentro de nós; nos levando a apreender a criar pela mente, usando-a como instrumento de manifestação desse espírito, dessa consciência interna; Plutão também pôs abaixo todas essas formas de religião que não estavam baseadas na tolerância, no ideal do espírito em si, apegadas às crenças. Plutão em sagitário derrubou tudo que eram inverdades. Agora com Plutão entrando em Capricórnio temos uma base sólida espiritual para começar a criar um novo planeta. Os efeitos do dia 21/12 serão gradativamente implantados, muita gente não vai sentir de imediato, será uma herança para os nossos netos” afirma o astrólogo.

“Nesse momento temos ainda que romper com a forma como lidamos com o espaço-tempo, temos calendário ainda, essa é outra coisa que será esclarecida porque vamos operar no agora, por isso essa viagem no tempo, que Plutão em Capricórnio vai nos proporcionar, vai abrir a consciência para a viagem no tempo, passado, futuro e lateralmente, alguns falam até em dobras dimensionais. Com Netuno em Peixes estamos também resgatando um carma da última queda nos últimos 12 mil anos quando Atlântida se foi, ocasião em que estávamos nesse mesmo alinhamento com o centro da galáxia. Júpiter fica um ano em cada signo, entrou em junho de 2012 é a expansão da divulgação da verdade, fica até junho 2013 e tem relação com viagens interdimensionais e irmandade entre os povos”.

No contexto de nossas vidas o que acontece de agora em diante?

“Abertura para o contato com o reino invisível, algumas pessoas devem entrar em confusão porque não saberão entender o que estão vendo. Começarão a ver realidades para as quais não foram treinadas. Confusão, incertezas e mudanças internas, em nível físico observamos os recursos e fontes de energia, que até agora vieram do petróleo ou carvão que tem a ver com a era de Peixes, vão migrar para energia solar e eólica, principalmente eólica que tem a ver com Aquário que é signo de ar”.

Paulo Gregory explica que as transformações geológicas refletem essa mudança, o cristal central começou a girar mais rápido, promovendo uma percepção de tempo alterado; o núcleo em relação à crosta gera calor e aquecimento global que não tem nada a ver com efeito estufa e sim com o núcleo central, o que está intrínseco começa a esquentar, expande e ai vem vulcões, terremotos. É a Terra se ajustando a sua própria frequência vibracional. Isso é o que vem causando transformações planetárias.

Na Economia, assunto ligado a Saturno em Escorpião, o céu define a Terra sob nova administração de valores e dinheiro, baseada numa transição para uma forma mais visível, “até agora as pessoas não sabem quanto foi gasto para confeccionar um produto, quanto o empresário ganha, não está claro, não está revelado isso. Quando todos souberem quanto cada um ganha, qual foi o custo de produção, começa a transformar a relação monetária que poderá passar ao sistema de trocas”. “Esse processo começou em 2000/ 2001, os astros apontam uma mudança nas relações econômicas, Saturno estava em Touro (que rege o sistema monetário), no início serão apenas abalos, posteriormente mudanças. Mudanças no que você dá valor, o que é importante. Uma quantidade “x” de barras de ouro ou a mesma quantidade em macieiras? Essa questão é o que está mudando, agora chega a culminação onde será revista a forma da administração do dinheiro e a relocação de recursos. Troca equilibrada desses valores é o que vai acontecer”.

Tecnologia. Essa nova era traz a continuidade das paralelas que se encontram no infinito, a união entre a ciência e a espiritualidade; a aplicação da tecnologia com amor, segundo a astrologia, “teremos um salto quântico incrível que começou com as teorias de Einstein e a física quântica, mas existe muito mais tecnologia que não está sendo utilizada porque não chegamos a um grau de amor e consciência para utilizá-las, quando nós atingirmos esse grau estará tudo ali pronto”.

Destaque também Netuno em Peixes e o perdão por todas as vias que escolhemos, e a unificação mundial, o despertar da consciência espiritual individual. E ainda Plutão em Capricórnio em quadratura com Urano em Áries, falam da resolução dos conflitos. Ainda teremos guerras e resolução violenta de conflitos, mas o que buscamos agora é uma forma harmônica de solução para os conflitos, apesar de termos que romper bloqueios, limites e desafios para conquistar essa forma pacífica de convivência e solução entre diferenças.

***

UNIDADE E LUZ

UNIDADE E LUZ


O universo nos engana com sua diversidade infinita, mas somente para poucos ele revela sua unidade eterna.

Podes vê-la!

Tudo é Unidade.
Tudo surge da Unidade.

Como pode a água virar pó,
a Luz não iluminar
e o ar se separar?
Mesmo não o vendo respiramos.

Assim é a unidade da existência amados seres,
não a percebemos,
mas ela nos modela sem nenhuma fragmentação.

Ela é perfeita em sua manifestação.

Cegos são aqueles que fragmentaram seus olhares para a realidade da unidade.

Eu e você somos UM! Sempre fomos, tu o sabes.

Divinamente loucos são aqueles que enxergam no externo e em tudo,
seja dentro e fora de si, a extensão de seu corpo, mente, alma e espírito.

Brindemos embriagados de puro amor e dancemos nus vestidos de luz.

Chegou o momento de ascendermos!

Vem!

FIAT LUX
PAX

MMSorge

PROFECIA DE MELQUISEDEQUE

PROFECIA DE MELQUISEDEQUE


Melquisedeque, um nome rodeado de mistérios e mágicas lendas, venerado e conhecido em diversas culturas. Na Bíblia é citado numerosas vezes como Rei de Salém, e na tradição hebraica aparecem menções em diferentes livros tais como o Zohar e o Midrash Rabba. É conhecido pelos povos orientais, temido pelos mongóis e venerado pelos lamas budistas dessas terras.

O Dr. Ferdinand Ossendowski, um ilustre viajante, homem da ciência e escritor, narra o seguinte em sua clássica obra de viagens “Bestas, Homens e Deuses” (1924):

Quando a caravana atravessava as estepes da Ásia Central, próximo a Tzagan-Luk, o guia mongol exclamou de repente: “Alto, detenham-se!”, e logo depois se jogou de seu camelo sussurrando o clássico mantram budista “OM MANI PADME HUM”. Algo incrível acontecia naquele momento. O ar vibrava docemente e trazia consigo uma canção de amor e paz que alcançava, de imediato, o coração. A terra e o céu pareciam conter o alento. Até os animais percebiam: os pássaros cessavam seu vôo e pousavam, os camelos paravam as orelhas, os cavalos permaneciam imóveis e atentos, os cachorros cessavam seus latidos e os iaques se puseram ao solo. Todos os pastores mongóis se ajoelharam e oraram fervorosamente enquanto se sentia essa paz absoluta: até o vento incessante da região deixou de soprar. Era um estado de coisas portentoso, uma calma e paz inusitadas, sobretudo para os ocidentais.


Quando o êxtase coletivo cessou, os mongóis explicaram a Ossendowski o que acontecera. Tinham se aproximado do Mistério dos Mistérios, ao reino subterrâneo do Rei do Mundo, justo no momento em que este se encontrava em meditação.

Como é fácil compreender, não é extensa a informação que Ossendowski pôde obter daqueles homens. Aqueles mongóis sabiam que os lamas guardavam zelosamente o segredo do Rei do Mundo e castigavam com severidade aqueles que divulgavam tais coisas.

Mas, e aqui há mais um mistério, o testemunho recolhido por Ossendowski naquela oportunidade coincide notavelmente com o exposto no livro “Mission de l’Inde” pelo Marquês Saint-Yvesd’Alveydre (1910), e também com o narrado por outro autor menos prestigiado, Louis Jacolliot, em “Les Fils de Dieu” e “Le Spiritisme dans le Monde”.


Os três autores mencionados falam de Agharti ou Agharta, nome que indica, em língua tibetana, o misterioso reino subterrâneo onde reside o Rei do Mundo.

Ossendowski conta que em visita ao monastério de Narabanchi, na Mongólia, encontrou uma surpreendente profecia que Melquisedeque (o Gênio da Terra) deixou nesse mesmo lugar em que visitara no ano 1890. Eis aqui:

Cada dia mais os homens se esquecerão de suas almas e se ocuparão de seus corpos. A maior corrupção reinará na terra. Os homens se assemelharão a animais ferozes, sedentos de sangue dos seus irmãos. A meia-lua se apagará e seus adeptos se sumirão na mendicidade e na guerra perpétua. Seus conquistadores serão feridos pelo sol, mas não subirão duas vezes. Acontecerá com eles a pior das desgraças e acabarão entre insultos aos olhos dos demais povos. As coroas dos reis, grandes e pequenos, cairão. Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito... Haverá uma guerra terrível entre todos os povos. Os oceanos ficarão vermelhos... A terra e o fundo dos mares se cobrirão de esqueletos, os reinos serão fracionados, nações inteiras morrerão... A fome, a doença, os crimes desconhecidos pelas leis... Tudo quanto o mundo ainda não contemplou. Virão então os inimigos de Deus e do espírito divino os quais jazem nos próprios homens. Aqueles que levantam a mão sobre outro, perecerão também. Os esquecidos, os perseguidos se sublevarão e chamarão a atenção do mundo inteiro. Haverá nevoeiros e tempestades, as montanhas descobertas se cobrirão de bosques. A Terra tremerá... Milhões de homens trocarão as correntes da escravidão e as humilhações pela fome, pelas doenças e pela morte. Os antigos caminhos se encherão de multidões que irão de um lugar a outro. As maiores e mais formosas cidades perecerão pelo fogo... uma, duas, três... O pai lutará com o filho, o irmão com o irmão, a mãe com a filha. O vício, o crime, a destruição dos corpos e das almas imperarão sem freios... As famílias se dispersarão... A fidelidade e o amor desaparecerão... De dez mil homens, apenas um sobreviverá... um louco, nu, faminto e sem forças, que não saberá construir uma casa nem lhe proporcionar alimento... Uivará como um lobo raivoso, devorará cadáveres, morderá sua própria carne e, irado, desafiará Deus... A Terra será despovoada. Deus a largará de sua mão. Sobre ela apenas a noite e a morte espalharão seus frutos. Então surgirá um povo até agora desconhecido que, com punho forte, arrancará as más ervas da loucura e do vício e conduzirá os que permaneceram fiéis ao espírito do homem, à batalha contra o mal. Fundarão uma nova vida na terra purificada pela morte das nações. Dentro de cinquenta anos não terá mais que três novos grandes reinos que viverão felizes durante setenta e um anos. Em seguida virão dezoito anos de guerras e cataclismos... Depois, os povos de Agharti sairão de suas cavernas subterrâneas e aparecerão na superfície da terra.

No último parágrafo, através de uma atenta leitura, Óscar Uzcategui descobriu que Melquisedeque dava uma data e alguns dados muito precisos para essa profecia. Vejamos:


A profecia foi escrita pelo Senhor do Mundo no ano 1890. Desse modo, quando Melquisedeque diz “dentro de 50 anos não haverá mais que três novos grandes reinos”, está falando de 1940, isto é, da Segunda Guerra Mundial.

Apareceram então três novos grandes reinos: Europa, Rússia e EUA. Depois diz que “viverão felizes durante setenta e um anos”. Isto é: 1940 mais 71 dão 2011. E neste ano fatídico “em seguida virão dezoito anos de guerras e cataclismos”. 

Assim nos diz que estamos às portas de um conflito mundial que terá conseqüências horrorosas, nunca vistas, e que terá uma duração de 18 anos: de 2011 até 2029.

Posteriormente, haverá uma regeneração e começará um novo ciclo, mas não sem que antes haja uma involução e destruição, como dizem tantas profecias e religiões do mundo.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Jalaluddin Rumi



Vem.

Conversemos através da alma.
Revelemos o que é secreto aos olhos e ouvidos.
Sem exibir os dentes,
sorri comigo, como um botão de rosa.


Entendamo-nos pelos pensamentos,
sem língua, sem lábios.
Sem abrir a boca,
contemo-nos todos os segredos do mundo,
como faria o intelecto divino.

Fujamos dos incrédulos
que só são capazes de entender
se escutam palavras e vêem rostos.

Ninguém fala para si mesmo em voz alta.
Já que todos somos um,
falemos desse outro modo.
Como podes dizer à tua mão: "toca",
se todas as mãos são uma?

Vem, conversemos assim.
Os pés e as mãos conhecem o desejo da alma.
Fechemos pois a boca e conversemos através da alma.
Só a alma conhece o destino de tudo, passo a passo.
Vem, se te interessas, posso mostrar-te.


Jalaluddin Rumi
 

segunda-feira, 18 de março de 2013

Gate Amitabha Kodoish Adonai - CD MMSorge PEACE

Gate Amitabha Kodoish Adonai
CD MMSorge PEACE

Amor e Compaixão


Dê um pause na rádio para assistir ao vídeo.

***

PEACE - MMSORGE

MANTRAS DE AMOR E COMPAIXÃO

Baixe este CD em MP3: http://musicasmmsorge.blogspot.com/


Este trabalho nasceu de profundas experiências místicas e meditações, assim entramos em contato com os mundos internos onde a realidade é única de unidade plena e amor absoluto.

Dentro de cada um de nós todas as vertentes do saber se encontram ancoradas no mesmo principio, o de que somos e sempre seremos um único corpo e ser em movimento, construção e harmonia.

O Amor é a fonte que a tudo constrói e a união é seu ingrediente principal, pudemos perceber então muitos seres unidos nas suas mais diferentes indiosincrasias e culturas construindo, moldando e expressando suas realidades com inspiração no mesmo principio que a tudo gerou.

A emoção nos tomou de forma completa ao vermos chineses, europeus, africanos japoneses, americanos, russos, gregos, árabes e muitas outras raças com suas formas particulares de revestirem a divindade se unirem em amor e compaixão.

Percebemos também muitas outras formas de seres de todos os universos e dimensões se expressando com seu tom único e sua cor natural no processo de cura e elevação de nosso amado planeta Terra.

Estas experiências culminaram neste trabalho que reconecta o norte e o sul, o leste e o oeste e suas múltiplas dimensões infinitas que se interconectam em um único corpo que pulsa e respira de forma universal.

Até este presente momento a humanidade só podia enxergar alguns dedos de sua mão e ignoravam toda a estrutura de seu corpo completo com pernas, braços, tronco e cabeça, essa ignorância gerou a ilusão da separatividade, pois estávamos cegos e submersos em nossa própria ignorância.

Quando o ego humano se dissolve pela luz da compreensão profunda desta unidade que somos, então o externo desmorona para dar nascimento a uma nova realidade ancorada no respeito de expressão de seu irmão, que é sua extensão e assim a antiga sabedoria retorna com profundo amor e compaixão e uma nova nação renasce como a ave fênix de suas próprias cinzas.

Unimos neste trabalho musical palavras e mantras de iluminação e poder das mais diferentes religiões e culturas do planeta com o objetivo de cura e união de todas as raças. Ao escutarmos por muitas horas sentimos nosso corpo anestesiado por uma energia muito sutil e potente ao mesmo tempo, nossas mentes se tranqüilizaram e um silêncio profundo nos abraçou em paz e amor e nossas emoções se sutilizaram a ponto de sentirmos todo o universo se manifestando em sua diversidade infinita, entendemos o significado de não tocar e apenas ser o Ser, O SER. A Unidade no Verso, o UNIVERSO.

Paz Profunda a todos os corações de todos os povos e nações.
Este trabalho é reflexo de nosso mais sincero e profundo amor por toda humanidade.

Somos Um,
Amemos

Namastê
Salamalém
Fiat Lux

PAX
PX
X

MMSorge

sexta-feira, 15 de março de 2013

O VERDADEIRO MESTRE


O VERDADEIRO MESTRE
Autor: Samael Aun Weor *


O Coração é o órgão mais sensível de nosso organismo. Em suas finas membranas são registrados até os movimentos sísmicos mais longínquos do mundo.

O coração é o templo sagrado do Mestre Interno. O Mestre Interno nos fala na línguagem do coração. Se o homem obedecesse a essa linguagem, viveria sem problemas.

Dentro de nós, há dois homens que vivem em eterna luta, um contra o outro.

Há em nós um homem celestial e um homem animal.

O homem animal quer resolver todas as coisas por sua conta e atuar como melhor lhe parece.

O homem celestial fala na linguagem do coração; sua voz é a voz do silêncio, seus atos são sempre retos e criam felicidade.

O homem animal é a mente que reside na cabeça com seus sete portais.

O homem celeste é o Mestre Interno.

O Mestre ordena e a mente não lhe obedece; ela quer resolver todas as coisas por sua própria conta e atuar como melhor lhe parece, sem ter em conta para nada as ordens do Mestre Interno. Como conseqüência disso, surgem necessariamente a dor e a amargura que são o resultado da ação errada e do esforço inútil.

Ditosos os que apenas se movem sob o comando da voz do silêncio. A eles jamais faltará alimento, refúgio e ajuda. Viverão sem problemas e terão bem-aventurança.

Cocheiro, dominai bem ao potro selvagem da mente, para que não lance vosso carro ao abismo.

O Mestre Interno é o Senhor do Coração. Ele é o Íntimo e está muito além da vontade e muito além da consciência.

O Mestre Interno é a divina testemunha e está sentado no trono do templo-coração.

A essência interna do Mestre é felicidade absoluta e onisciência ilimitada.

O Mestre Interno é simples. Todos os demais são compostos.

A Natureza eterna vive mudando, porém o Mestre Interno é imutável, e por esta causa, pode se livrar da Natureza.

A Natureza arroja suas sombras sobre o Mestre Interno, porém ele está além de todas as sombras.

Quando a alma se funde com o Mestre Interno então se liberta da Natureza e entra na suprema felicidade da existência absoluta.

Esse estado de felicidade chama-se Nirvana.

Ao Nirvana se chega através de milhões de nascimentos e mortes, porém chega-se também por um caminho mais curto. Esse é o Caminho da Iniciação.

O Iniciado chega ao Nirvana em uma única vida, se assim o quiser.

"Apertada é a porta e estreito o caminho que conduz à luz, e muito poucos são os que o acham."

Existem sete santuários iniciáticos no plano astral e se o discípulo quer progredir nesta senda, tem de buscar um Mestre.

"Quando o discípulo está preparado, o Mestre aparece."

"Cuidai-vos dos falsos profetas". Não aceiteis Mestres externos, do plano físico. Aprendei a sair em corpo astral e quando já estiverdes práticos no astral, escolhei um autêntico Mestre de Mistérios Maiores da Fraternidade Branca e consagrai-lhe a mais profunda devoção e o mais profundo respeito.

No mundo físico devereis andar com muito cuidado, pois existem falsos profetas em demasia. Não aceiteis ordens externas de ninguém; devereis unicamente obedecer às ordens que nós daremos no plano astral.

No mundo físico, há inúmeros Iniciados de Mistérios Menores, bons e sinceros, porém como ainda não se fundiram com seu Mestre Interno, são também "morto-vivos". Conseqüentemente, têm cometido erros graves e gravíssimos, os quais podem extraviar o estudante e até fazê-lo cair no abismo.

Quando quisermos nos fazer reconhecer por algum estudante no plano físico, primeiro daremos provas e faremos sinais no plano astral, porém muito cuidado, vivam alertas e vigilantes como a sentinela em época de guerra porque nestes tempos o Anticristo faz sinais e prodígios enganosos.

"Sede simples como a pomba e astutos como a serpente."

"Sede mansos e humildes, porém quando se tratar da verdade, sede fortes em pensamento, palavra e obra."

Quanto mais alto estejais, mais terrível será uma queda.

Cuidai-vos pois de cair, porque o discípulo que se deixa cair tem de lutar muito para recuperar o perdido.

Essas regras são muito simples, porém de terrível importância.

Conheci muitos Iniciados de mistérios menores que conheceram e aceitaram os falsos profetas do plano físico, então caíram no terrível abismo.

Eu ensino o estudante a viajar em astral para que não se deixe enganar. Estudante que se deixa enganar, não sabe sair em corpo astral.

Todo aquele que ridicularize nossos templos sagrados e nossas sagradas iniciações é ainda um "morto-vivo"; não o escuteis, é perigoso.

Há pessoas que pensam que se pode chegar ao Nirvana sem passar por qualquer iniciação. Tais pessoas são "mortos-vivos". Elas seguem o sendeiro espiral da vida e só através de milhões de vidas e de mortes chegarão ao Nirvana. Porém, há também outros "mortos-vivos" que querem fundir-se rapidamente com seu Íntimo e, no entanto, estão a zombar de nossas sagradas iniciações.

Esta classe de "mortos-vivos" são os mais perigosos, porque pisaram na senda e agora estão zombando dela. Estes são os "insultadores" de Victor Hugo. Estes são os profanadores do templo.

Querer fundir-se rapidamente com o Íntimo sem haver passado pelas nove iniciações de mistérios menores se assemelha a querer doutorar-se em medicina sem haver cursado regularmente todos os anos da Universidade; ou querer ser general sem haver passado por todos os graus militares.

Todas as iniciações são recebidas nos templos do astral, porém a escola é a própria vida.

Durante o signo de Leão devemos atuar sobre o coração por intermédio da meditação. A meditação se reveste de três fases:

1) Concentração perfeita.

2) Meditação perfeita

3) Samadhi perfeito.

Temos de concentrar a mente no Mestre Interno. Temos de meditar em sua Majestade. Temos de falar com ele até ouvir sua voz e conversar com ele coisas inefáveis. Isso se chama Samadhi. A concentração é uma técnica. A Mestra H. P. B. em A Voz do Silêncio, pagina 17, diz textualmente o seguinte:

"Antes que a alma possa ouvir, a imagem (o homem) deverá ser tão surda aos rugidos como aos murmúrios, aos bramidos do elefante como ao argentino zunir do pirilampo dourado."

"Antes que a alma possa compreender e recordar, deve estar unida ao falante silêncio da mesma maneira que o formato que a argila há de tomar está unida à mente do artesão."

"Porque então a alma ouvirá e recordará."

"E, então, ao ouvido interno, falará a voz do silêncio."

Assim, pois, durante o signo de Leão, devemos praticar de modo especial a meditação interna. Aconselho meus discípulos para que pratiquem a meditação interior naqueles instantes em que se sentirem mais predispostos ao sono. Deveis dominar totalmente o potro selvagem da mente. Deveis dominar toda possível reação da mente ante as coisas e sons do mundo físico.

O Mestre Interno não é a mente, não é a emoção, não é a vontade, não é a consciência e nem sequer a inteligência.

O Mestre Interno é a divina testemunha; o Mestre Interno é o Ser. Ele é o Íntimo; por isso, sumidos em profunda meditação interna, dizei:

NÃO ISTO, NÃO ISTO, NÃO ISTO. "SOU ELE", "SOU ELE", "SOU ELE".

Sede exigentes com vosso Mestre Interno. Ele deve ensinar-vos as coisas mais inefáveis. Se a nossa concentração é intensa, então penetrareis nas maravilhas dos cosmos e aprendereis coisas impossíveis de descrever com palavras.

Neste signo de Leão, vocalizai diariamente a vogal "O" [OOOOOOOOOOOOOOOOO] para despertar o chacra do coração.

Entre o Sol e Mercúrio existe um planeta secreto de onde emana a vida de tudo que palpita no plano físico.

As hierarquias azuis do Sol são a fonte de toda vida.

Os nascidos no período de Leão são enérgicos e bondosos ao mesmo tempo; são magnânimos, místicos e autoritários. Têm tendência para a ira e devem lutar muito para dominar esse defeito.

Leão sendo o trono do Sol anuncia fortuna e posição elevada. O significado oculto do Leão é a intuição. O metal desse signo é o ouro e a pedra preciosa, o diamante.

As pessoas nascidas em Leão são autoritárias e só querem mandar.

Leão traz algumas viagens. Os nativos de Leão sofrem muito moralmente.

Fraternamente


Texto retirado do livro Curso Zodiacal - signo de Leão


quarta-feira, 13 de março de 2013

YASMEEN - Rumi - The taste of Morning Music

YASMEEN
Rumi - The taste of Morning Music


Dê um pause na rádio para assistir

Para comprar os CDs de Yasmeen por favor acesse:
http://www.yasmeensong.com/

FIAT LUX
PAX

IAO

***

"Morre agora, morre!

Morre neste amor,

Quando morto estiveres, nova vida receberás.

Morre agora, morre!

Não temas esta morte,

pois todos hão de elevar-se da terra
e tocar os céus.

Morre agora, morre!
Liberta-te de vez da alma carnal
ela é a grade, tu o prisioneiro.
Toma a ferramenta e cava o chão da prisão,
quando delas tiveres escapado, serás príncipe e rei.

Morre agora, morre diante do belo Rei!
E quando morto estiveres diante de tal majestade,
hás de tornar-te insigne senhor.

Morre agora morre!
E remove esta nuvem.
Quando saíres de trás dela
serás radiante lua cheia.

Silêncio! Faz silêncio!
O silêncio é o sinal da morte.
Em nome da vida
não fujas mais do que guarda silêncio!

Silêncio!"

Jala ud-Din ("O Revelador da Religião") 
Rumi - Poeta sufi do século XIII

ÁGUA - FREQUÊNCIAS - DNA

ÁGUA - FREQUÊNCIAS - DNA


SEU DNA PODE ALTERAR-SE! A TRANSFORMAÇÃO PELO PODER DO SOM!

Você sabia?

Estudos científicos comprovam que as ondas sonoras provocam profundas modificações em nosso corpo, podendo alterar inclusive o nosso DNA.

Sabe-se que nosso corpo é em sua maior parte formado por meio líquido, que por sua vez é suscetível ao som. Vibrações podem de fato afetar nosso líquido interno, o sistema glandular, mental, emocional...

Veja abaixo um vídeo espantoso onde vários tipos de ondas sonoras provocam desenhos e reações diversas em meio líquido.



Cientistas russos descobriram que componentes do nosso DNA seguem as mesmas regras da linguagem, e que reagem tanto ao efeito sonoro quanto a outras vibrações mais sutis, como o pensamento.

Isto significa que determinada vibração constante pode, além de afetar nosso padrão cerebral, alterar até mesmo o nosso DNA!

Abaixo, você poderá ver mais um vídeo com incríveis desenhos criados por diferentes ondas sonoras.


O livro alemão "Vernetzte Intelligenz" (Rede de Inteligência), de Grazyna Fosar e Franz Bludorf, relata a aventura de cientistas russos, que resolveram investigar profundamente os misteriosos 90% do nosso DNA, porção que a ciência geral considerava "lixo", por não produzir proteínas nem aparentar qualquer utilidade perceptível. Contudo, o que estes cientistas descobriram é que os 90% antes ignorados são uma verdadeira Internet biológica, responsáveis por fenômenos fantásticos como clarividência, intuição, auto-cura... Também descobriram que o DNA consiste num registro de informações que pode ser alterado mediante a tonalidade de frases ou vibração pura sonora.

Veja no fim deste post links que ampliam este assunto!

Tendo por base estudos como estes, surgiram as doses sonoras, vibrações específicas criadas para produzir certas reações no cérebro e no organismo todo, visando resultar em várias sensações ou estados, como alegria, atenção, bem-estar... Vejamos abaixo alguns exemplos de doses sonoras.

Para saber mais, acesse:


A pesquisa científica.
Fonte original em inglês:



***

MMSorge - Frequências de Cura - Sete Chakras, nasceu
através de inúmeras pesquisas e experiências místicas na reconexão com nosso SER mais profundo trazendo assim, mais bem estar e equilíbrio para nossas vidas, no dia a dia e neste momento tão importante na convergência de
múltiplos acontecimentos físicos e espirituais.




“Nosso Corpo é nosso verdadeiro TEMPLO SAGRADO descrito em todas as escrituras de todas as culturas e religiões, do passado, do presente e do futuro. Conecte-se com ele através do amor e conhecerá a verdadeira Jerusalém Celestial. Ela esta dentro de nós, sempre esteve... Não fora... Esta dentro de cada um, Desperte!!!”.

MMSorge


FIAT LUX
PAX

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi