Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

Tradutor Universal

segunda-feira, 22 de abril de 2013

DESPERTOS EM UM MUNDO ADORMECIDO


DESPERTOS EM UM MUNDO ADORMECIDO
Mensagem de Jennifer Hoffman
22 de Abril de 2013.

  
Quando criança, eu tive um sonho recorrente em que eu era a única pessoa viva no mundo.

Eu andava por ruas tranquilas procurando pessoas, mas ninguém estava lá.

Era um sonho assustador, porque eu estava muito sozinha e não havia ninguém com quem conversar ou cuidar de mim. Agora, quando adulta, sei que este sonho se relacionava com o que muitos Índigos e Cristais experienciam: estar desperto em um mundo que está parcial ou totalmente adormecido.

Este conhecimento é experienciado como se sentir muito sozinho, sem apoio, incompreendido e sem ligações fortes e profundas com pessoas de espírito afim. Ao nascermos despertos estamos muito conscientes do estado de sonolência dos outros e desde que somos incapazes de nos conectarmos com eles, sentimo-nos muito solitários.

Mas isto pode ser um equívoco de nossa parte, porque não estamos necessariamente aqui para despertá-los, mas sim, para lhes darmos razões para despertar quando tivermos a percepção correta de nosso próprio estado de estarmos despertos.

Índigos e Cristais, ambos de gerações mais velhas e certamente aqueles que nasceram no início da década de 90, nasceram despertos, significando que eles sabem que há mais com a existência do que estamos conscientes com os nossos sentidos físicos.

A maioria é muito intuitiva, empática e sensível, o que é tanto uma bênção, quanto um desafio. Uma bênção porque eles percebem o mundo de uma maneira muito mais profunda iluminada e cheia do espírito. Um desafio porque eles estão também conscientes de quantas pessoas no mundo estão adormecidas, inconscientes e que não sabem que elas não estão conscientes. E eles sentem que eles deveriam fazer algo em relação a isto para despertar as pessoas e fazer uma diferença no mundo.

Mas isto significa despertar as pessoas ou deixá-las adormecidas, até que estejam preparadas?
Quem decide quando é o momento para que isto aconteça?

Alguns Índigos sentem que eles deveriam ser o alarme que toca, outros estão mais confortáveis em ser como o botão da soneca. Alguns Cristais esperam que o mundo desperte, antes que eles façam qualquer coisa, outros se desorientam em seu desespero com um mundo que precisa de amor, mas que não está aberto a ele.

O desafio que eles, e todos aqueles que estão despertos, devem manifestar é ser a diferença em um mundo que precisa ver um novo caminho antes que esteja disposto a considerá-lo como uma opção aos já existentes. Estar desperto nos tornam conscientes do que precisa ser mudado no mundo.

A verdade que aprendemos, o que às vezes nos leva a pensar que os nossos esforços não são apreciados, é que as pessoas despertam quando elas se sentem preparadas e não antes. Ser a diferença é o que irá despertar o mundo para o seu próprio potencial.

Nós somos a diferença quando mostramos ao mundo as possibilidades que estão disponíveis, não ao lhes dizer que eles estão adormecidos, mas lhes mostrando o que é estar desperto.

Quando apresentarmos uma alternativa que é tão convincente e muito mais gratificante do que estar adormecido, o mundo despertará, porque ele terá uma razão (algo que não compreendemos quando já estamos despertos).

Nascermos despertos não significa necessariamente que precisamos dizer ao mundo que ele está adormecido, até que ele decida despertar do seu sono. Em vez disto, veja isto como tendo a capacidade, a mentalidade, os dons e a compreensão de mostrar ao mundo por que é muito mais alegre e gratificante estar desperto, em vez de estar adormecido, e o mundo escolherá despertar.

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo ao Sol Interno, agradecemos seu comentário.
Gostou deste Blog? Ajude-nos a divulga-lo.

Obrigado

Namastê
FIAT LUX
PAX

MMSorge

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi