Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

Tradutor Universal

sábado, 20 de agosto de 2011

Ser Sutil

O Ser Sutil


Onde há sutileza, em geral, há boa educação. Sutileza tem a ver com polimento, refinamento.

Na maneira de segurar uma xícara, um copo, um garfo.

Na forma de tocar pessoas e objetos. Na hora de selecionar as amizades e as pessoas com quem vamos envolver-nos afetivamente. Na maneira de reclamar, ou na forma de dizer uma verdade. É ser delicado, atencioso, cuidadoso, suave, gentil.

Ser sutil é esforçar-se para não fazer nada que possa desagradar os demais.

É ser gato e não ser cão ao se movimentar, ao pisar, ao esbarrar e ao tocar.

É absorver e assimilar uma indireta educada ao invés de rechaçar a crítica, devolvendo-a automáticamente para se defender.

Não há nada mais agradável que poder dizer a alguém: - Não sei se eu gostaria disso, e o outro compreender que você não quer isso de maneira nenhuma, não insistir e não perguntar porquê você não gostaria.

Já imaginou se, para obter esse resultado, você precisasse dizer: - Olha aqui, eu não estou a fim, tá me entendendo? Se toca!. Ou, ter que trancar à chave seu quarto, para que a outra pessoa entenda que não é para entrar!

Se formos analisar, precisamos reconhecer que a neurose de algumas pessoas, que não sabem ser sutis, consiste em terem aprendido errado, terem assimilado uma educação errada. Estas pessoas nunca levam desaforo para casa e, desta maneira, fica difícil conviver em sociedade.


Ser sutil é sinônimo de boas maneiras, mesmo quando a origem é humilde, ainda que nunca se tenha lido um livro de boas maneiras. A educação não é um artigo que possa ser comprado; é um hábito que se adquire, no dia-a-dia, com prática e observação.

Portanto, está ao alcance de todos!

Texto: Vera Vettorazi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo ao Sol Interno, agradecemos seu comentário.
Gostou deste Blog? Ajude-nos a divulga-lo.

Obrigado

Namastê
FIAT LUX
PAX

MMSorge

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi