Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

Tradutor Universal

domingo, 26 de dezembro de 2010

O Encontro das Cores


Um sonho lucido,

Antes de Nascer me vi em um grande salão todo branco muito reluzente, era um branco Luz que envolvia tudo.

Aos poucos minha consciência foi se abrindo e fui percebendo onde estava, então vi este salão cheio de seres todos eles tinham a cor vermelha púrpura, eram muitos, pude contar mais de setenta.

Me vi então ao centro e me sentia muito, muito diferente de todos ali, e todos estavam ao meu redor, quando olhei para minhas mãos pude ver minha cor, ela era de um Azul profundo, não muito escuro, mas reluzente neon, olhei mais e vi que todo meu corpo era assim, meu coração estava completamente aberto e do centro dele irradiava uma pura e sublime luz branco-dourada ligeiramente prateada.

Ao mesmo tempo em que tive essa visão, vi outro grande salão branco igual a este ao qual eu estava, então também reparei que existia outro ser no centro deste salão totalmente azul neon e também rodeado por muitos anjos do raio vermelho, mas este ser era uma mulher, uma oriental, ela tinha as mesmas características, vibração e tom de minha alma, percebi então que eram almas afins, irmãs, gêmeas.

Vi então um grande ser aparecer à frente deste salão, olhei para ele e ele para mim e de forma profunda e aguda nos comunicávamos, foi então que percebi que estava em missão e que todos aqueles seres de cor vermelha púrpura eram anjos da força, da guerra, autênticos guerreiros do raio vermelho, eles eram a minha reta guarda meu escudo protetor antes de tomar corpo físico aqui na Terra.

O mesmo aconteceu com aquela oriental que estava no outro salão ao qual tive a visão.

Percebi então depois de alguns anos o reflexo dessa estranha simbiose se plasmar aqui na terra dos homens.

Raio Puro azul celestial, azul neon, azul de krishna refletido em meus poros, reflexo de minha alma, doce, serena, compassiva, terna, sutil, feminina.

Raio vermelho fogo, força, masculino, guerra, luta, inteligência aguda, base, estrutura, firmeza, certeza, convicção, foco, disciplina, sacrifício.

Assim diriam os azuis:
Como é lindo ver as ondas do mar ao chegarem e acariciarem com ternura e amor as areias da praia as lapidando dia e noite sem parar até formar um grande e único tapete que recobre e protege toda a terra virgem e nua e assim de forma tão sutil cheia de amor e compaixão nutrir como uma mãe nutre seu filho em seu peito sagrado com o leite da vida, néctar das flores, o espírito da grande mãe Gaea.

Os vermelhos ao verem a mesma cena colocariam:
E o grande Mar filho de Netuno, Poseidon amante das tempestades ao chegar até as encostas, golpeava incessantemente os rochedos, as rochas e as areias da praia nua, triturando implacavelmente tudo que estivesse a sua frente, com um único objetivo de fazer pulsar latente as veias de Gaea e assim movimentar as correntes de ar, impulsionadas pela ebulição das águas, forjadas pelo colapso de seu vulcões submersos no profundo leito dos oceanos, trazendo vida pulsante do profundo espírito imutável e eterno ao coração da Mãe Gaea.

Percebi então que estas duas forças se colidiram em um único ser e desta sublime e implacável colisão-união nasceu um novo ser do mais puro e radiante violeta, no encontro das águas sagradas, azul e vermelho se fundiram se tornaram um.

Amor consciente, ternura sublime, compaixão extrema, força aplicada e sustentada com foco disciplina e ação ininterrupta até que os objetivos sejam atingidos, agudeza e profundidade com profunda sensibilidade forjam uma nova categoria de seres e almas, prontas para adentrarem nos domínios do sexto raio, do sacerdócio, da política e do poder divinos.

Sem estes dois atributos seria impossível assumir e desenvolver as atividades pertinentes a este raio.

Quando finalmente carregarmos dentro de nós as experiências do infravermelho passando por todas as cores até o ultravioleta, nos tornaremos a soma de todas elas e bem sabemos que a soma de todas as cores culminará no mais puro e imaculado branco, na ausência de todas as cores surge o negro escuro das águas profundas dos abismos caóticos e insondáveis, prontas para serem fecundadas, modeladas, forjadas e temperadas com o sal da existencialidade.

“É do caos que surge e nasce a luz, e do homem matriz microcósmica nasce o cosmos e o Deus do universo”.

Entre choques solavancos atritos e conflitos, submersos de amor, sensibilidade a flor da pele e profunda reflexão vou descobrindo um novo caminho que alia a força ao coração.


PAX
MMSorge


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo ao Sol Interno, agradecemos seu comentário.
Gostou deste Blog? Ajude-nos a divulga-lo.

Obrigado

Namastê
FIAT LUX
PAX

MMSorge

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi