Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

Tradutor Universal

sábado, 18 de dezembro de 2010

Identificações



Tudo Aquilo que enxergamos e identificamos em nosso semelhante que nos traz desconforto, impaciência e rejeição é o que temos em maior quantidade dentro de nós.

Quando transformarmos o externo e não nos identificarmos é sinal que nosso interno tornou-se limpo.

Vivamos o eterno agora sem idealizações quem idealiza algo é a mente.
O Ser simplesmente é.

O Passado Inconsciente é reflexo das atitudes do nosso Presente Inconsciente que nos projeta para um Futuro Inconsciente.

Devemos agir com consciência do eterno agora e perceberemos que o futuro esta no passado e que o passado coexiste com o presente.

Sejamos "O Alfa e o Omega".
O principio e o fim de nossas existências.
Transcender a barreira do tempo e espaço já se faz necessário.


Despertemos!!!

Vontade, Força, Amor Consciente, Reto Pensar, Reto Falar e Reto Agir.

Luz e Trevas, um laboratório de pesquisas internas.
Transcender a dualidade já se faz necessário.
Estejamos além, muito além do bem e do mal.
Musica, Paz, Incenso e Reflexão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo ao Sol Interno, agradecemos seu comentário.
Gostou deste Blog? Ajude-nos a divulga-lo.

Obrigado

Namastê
FIAT LUX
PAX

MMSorge

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi